«

»

jan 28 2009

Deputado Federal é mais um que se coloca a disposição de Levy Gasparian

hugolealNo primeiro mês de governo, uma das maiores dificuldades enfrentadas pelo município de Comendador Levy Gasparian, além da parte financeira é com relação ao serviço de limpeza pública, nos bairros, distritos e no centro da cidade.
Os caminhões, equipamentos e outros utensílios, que são essenciais para a limpeza e recolhimento do lixo e que foram deixados no pátio da prefeitura pela administração anterior, estão em condições precárias, sem a menor condição de transitar em segurança e de realizar o serviço a contento. Por conta disso, pode-se ver por todos os lugares, o lixo deixado pelos moradores, em alguns locais amontoados e , em outros, por recolher. A capina das ruas, a poda das árvores e a manutenção das vias públicas também não estão sendo realizadas a contento, devido ao péssimo estado das máquinas e dos veículos herdados pela atual administração.
A situação é tão complicada que – assim como os moradores, o próprio Prefeito Cláudio Mannarino, vem se mostrando incomodado com a questão. O Chefe do Executivo vêm exigindo sistematicamente, desde o início da semana passada, esforço redobrado e alternativas para tentar amenizar – para a população, os efeitos da coleta irregular e da ineficácia desses serviços, ocasionados pela falta de condições.
Buscando parcerias para a questão, o Prefeito vêm mobilizando e recebendo auxílio de várias lideranças políticas em todo o estado do Rio e junto ao Governo Federal, autoridades de várias esferas e até mesmo junto a iniciativa privada.
Nesse sentido, o Deputado Federal Hugo Leal, que vem se solidarizando com a população gaspariense desde o ano passado, quando chegou a visitar várias vezes o município, é mais um que garantiu apoio e muito empenho em Brasília para colocar em prática os programas que a cidade precisa. Leal conversou semana passada (DIA 23) com o Prefeito no Gabinete e conheceu as opções, algumas emergenciais, que a municipalidade dispõe para resolver, de vez, o problema da limpeza urbana.
Na oportunidade, Cláudio Mannarino explicou que outro transtorno grave para o município é o fato de que não existe uma área para servir de depósito para o lixo recolhido, já que o terreno onde antes era feita a descarga, encontra-se requisitado pelo seu proprietário, sem contrato e nem autorização para que a prefeitura continue a descarregar o lixo no local. IMPRENSA PMCLG.