«

»

nov 23 2010

Vendaval e chuva de granizo leva pânico e destruição a Afonso Arinos

vendavalafUm temporal acompanhado por queda de granizo e rajadas de vento de aproximadamente 100 km, levou pânico e destruição a localidade de Afonso Arinos, em Comendador Levy Gasparian.

O fato, iniciado por volta das 21 horas de sábado, resultou em mais de trinta residências parcialmente destruídas, principalmente com relação aos telhados que foram levados pelo vento ou danificados pelo granizo; quedas de barreiras na rodovia, interrompendo parcialmente o trânsito; quedas de árvores; erosões em diversas vias; entupimento das redes pluviais; antenas parabólicas e de internet, destruídas; danos em cabos telefônicos, na rede de água e elétrica, ou seja, um verdadeiro caos.

Em alguns pontos, o fornecimento de energia elétrica foi restabelecimento após mais de doze horas. O piso da quadra de grama sintética foi totalmente destruído. A Igreja local também foi atingida, com destalhamento parcial e apesar da distância, as folhas das palmeiras que ornamentam o pátio, foram parar na Praça José Cândido Cardão. A escola teve vários cômodos inundados e a estrada de acesso danificada, com a enxurrada levando vários paralelos, o que ocorreu também na Travessa Santo Antônio. A quadra de grama sintética foi totalmente destruída

Segundo o Sargento Bombeiro Luiz Cláudio Rodrigues Ferreira, Responsável pela Defesa Civil no município, além da Travessa Santo Antônio, as Ruas Santo Antônio, Lindalva Pereira Marques, João Paiva e Amaral Peixoto, foram os locais mais atingidos pelo vendaval. Segundo Luiz Cláudio, apesar dos prejuízos com quedas de galhos sobre casas e rede elétrica, as árvores localizadas no entorno do Distrito de Afonso Arinos serviram como um paredão contra o vento forte, impedindo que os transtornos fossem ainda maiores.

Foi um momento de grande pânico, assim resumem os moradores de Afonso Arinos, que no domingo pela manhã receberam o Prefeito Cláudio Mannarino e sua equipe, principalmente Secretarias de Serviços Públicos, Obras, Saeleg e Assistência Social, conferindo os estragos e tomando as providências necessárias visando atenuar o sofrimento das pessoas atingidas. Felizmente, houve apenas danos materiais. (Imprensa PMCLG)