«

»

abr 13 2009

Mais de 8 Kilômetros de galerias pluviais estão sendo abertas em Levy Gasparian para pôr fim as enchentes!!

drenagemOs moradores do bairro Fonseca Almeida e região, em Comendador Levy Gasparian, sofriam com as consequências da falta de escoamento das águas pluviais. Qualquer chuva, por menor que fosse a intensidade, trazia transtornos irreparáveis, pois – por não haver o deságue apropriado, a inundação era consequência natural, conforme pôde ser visto, no início deste ano, com as águas da chuva trazendo prejuízos por toda a cidade, exigindo até mesmo, a decretação de Situação de Emergência, homologada pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro.
Na altura do Viaduto que corta a Estrada União e Indústria, no bairro Reta, a situação deixava moradores e comerciantes em alerta para qualquer sinal de mudança climática. Ali, os viajantes e demais motoristas que trafegam pela rodovia, eram obrigados a aguardar pela estiagem da chuva para que as águas voltassem ao seu curso normal, liberando a via, que dá acesso a Três Rios e a praticamente todos os bairros do município. No Fonseca Almeida e Fonseca Almeida 2, as águas chegavam a atingir a altura de 2 metros nas casas. Agora essa situação não voltará a ocorrer.
Sensibilizado com o sofrimento constante das famílias e visando resolver definitivamente a questão, o Prefeito Cláudio Mannarino determinou, em caráter emergencial, o desassoreamento, a limpeza e a desobstrução dos córregos que cortam a região. Juntamente com a Secretaria de Obras, a empresa AGF Serviços, especializada no assunto, são as responsáveis pelos trabalhos. Catalogado na área de infra-estrutura, serviços similares a esses, nunca haviam sido realizados pela prefeitura. Os moradores estão satisfeitos.
Assim, a abertura de galeria para o escoamento das águas, contendo mais de 2,5 Km de extensão, por quase 2 metros de largura já foram realizados, desde os fundos das empresas instaladas na Reta até o bairro Fonseca 2, culminando na limpeza e desentupimento das manilhas que passam por baixo da Avenida Reginaldo Maia, num total de quase 20 metros de extensão da rua.
Essas manilhas, medindo acima de 1 metro de diâmetro, possuíam abertura de apenas 0,20 centímetros, o que também conbtribuía para as cheias, já que o fluxo d’água não conseguia seguir adiante. De acordo com as palavras do Prefeito, o Secretário Municipal de Obras, garantiu que o serviço será realizado em etapas, totalizando mais de 8 Km de abertura de córregos e canais por toda a extensão do município, devendo ser finalizado em aproximadamente 30 dias. IMPRENSA PMCLG.